Funcionalidade indisponível

Esta funcionalidade estará disponível brevemente. Obrigado.

Precisa de ajuda?

800 250 650

Notícias

CEVE Considerada das melhores empresas a “dar luz” aos seus novos clientes

28 de Novembro de 2017

A Cooperativa Eléctrica do Vale D’Este é uma das empresas que menos tempo demora a ligar a eletricidade após fechar contrato com um cliente. A comercializadora demora em média 2 dias úteis a dar luz aos seus novos clientes, registando de longe ser das melhores prestações das 20 empresas comercializadoras, a par de outras Cooperativas Elétricas, como a Cooperativa de Loureiro, Cooperativa de Vilarinho, Cooperativa Simão de Novais (todas com 2 dias), e A Lord, Cooperativa Valongo do Vouga, Cooproriz, Junta de Freguesia de Cortes do Meio, Eletricidade dos Açores (EDA) e Empresa de Eletricidade da Madeira (EEM) (todas com 1 dia).

Os dados são da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) e são relativos ao ano de 2016.

No que se refere à qualidade de energia elétrica, no ano de 2016, a CEVE, a Celer, a C. E. de Loureiro, a LORD e a CESSN foram os únicos operadores das redes de distribuição exclusivamente em BT a realizar a monitorização da qualidade da onda de tensão nas suas redes. Esta é uma prática que a ERSE recomenda ser seguida pela totalidade dos operadores das redes de distribuição.

Relativamente à qualidade de serviço comercial, a CEVE destaca-se relativamente ao atendimento presencial, atendimento telefónico comercial, atendimento telefónico para comunicação de leituras, atendimento telefónico para comunicação de avarias, assistência técnica, visita combinada e restabelecimento de serviço após interrupção por facto imputável ao cliente.

Recorde-se que em Portugal continental existem dez operadores de redes de distribuição de energia elétrica exclusivamente em BT. Em 2016, disponibilizaram informação sobre qualidade de serviço técnica à ERSE com a periodicidade estabelecida regulamentarmente todos os operadores de rede exclusivamente em BT: a Cooperativa de Electrificação de Rebordosa (A Celer), a Casa do Povo de Valongo do Vouga (C.P de Valongo do Vouga), a Cooperativa Eléctrica de Loureiro (C.E. de Loureiro), a Cooperativa Eléctrica de Vale D’Este (CEVE), a Cooperativa Eléctrica de Vilarinho (C.E. de Vilarinho), a Cooperativa de Abastecimento de Energia Eléctrica (Cooproriz), a A Eléctrica de Moreira de Cónegos, a Junta de Freguesia de Cortes do Meio (J.F. de Cortes de Meio), a Cooperativa de Electrificação A LORD e a Cooperativa Eléctrica de São Simão de Novais (CESSN). 

Em 2016, a CEVE não foi afetada por interrupções previstas. As interrupções com origem noutras redes contribuíram com 83% e 95% dos valores totais dos indicadores SAIDI BT e SAIFI BT respetivamente 38,34 minutos/cliente e 2,17 interrupções/cliente. A CEVE informou ainda que em 2016 foram cumpridos os padrões individuais de continuidade de serviço, sendo de esclarecer que a totalidade dos clientes tem classificação de zona C.

Neste âmbito, a CEVE realizou ações de monitorização da qualidade da onda de tensão na rede BT por si operada, tendo sido realizadas num posto de transformação, tendo uma duração mínima de 3 meses, e consideram a observação e registo dos seguintes parâmetros: frequência da tensão, valor eficaz da tensão, tremulação (flicker) da tensão, desequilíbrio do sistema trifásico de tensões e distorção harmónica da tensão. Neste tema, é ainda mencionado que a CEVE é das poucas operadoras a disponibilizar publicamente o plano de monitorização e os respetivos resultados das medições, conforme impõe o regulamento.

De acordo com a informação da CEVE, na ação de monitorização efetuada em 2016 foram identificadas inconformidades com os limites estabelecidos regulamentarmente para o parâmetro valor eficaz da tensão (2 semanas não conformes). Em face das inconformidades detetadas, a CEVE referiu no seu relatório de qualidade de serviço ter reajustado a posição da tomada do transformador, de forma a enquadrar todos os valores de tensão dentro do padrão da norma.

Este Relatório que a ERSE publica anualmente tem por objetivo caracterizar a qualidade de serviço prestada pelos operadores das redes, pelos comercializadores de último recurso e, este ano, pela segunda vez, pelos comercializadores em regime de mercado, visando garantir os interesses dos consumidores no que se refere à prestação de serviços com adequados índices de qualidade técnica e comercial.

Relatório da Qualidade de Serviço ERSE 2016 aqui

Relatório da Qualidade de Serviço CEVE 2016 aqui